Blog

Embora não seja uma espécie nativa dos EUA, um zoológico em Washington DC deu as boas-vindas a duas crias de panda-gigante que acresceram à sua população, e estas não precisaram de um visto ou de um ESTA!

Ao contrário de Portugal, a China atualmente não faz parte do Programa de Isenção de Visto. Ainda assim, o Smithsonian National Zoo em Washington DC foi o lar de nascimento de duas crias de panda na semana passada, geradas por pandas-gigantes emprestados da China. 

Os humanos já andam a explorar o espaço por décadas, com ferramentas cada vez mais sofisticadas, que nos permitiram abrir os olhos a realidades desconhecidas. Tais feitos nos fazem sentir cada vez mais pequenos, quando comparados com o universo ilimitado que nos rodeia.

Nas notícias mais recentes, foi anunciado que a Terra poderá ter um ‘primo’ mais antigo, semelhante ao nosso planeta em muitos aspetos. A NASA disse que este planeta, conhecido pelo nome de Kepler 452b, está localizado na zona habitável de um sistema estelar a 1400 anos-luz de distância, na constelação de Cygnus.

Uma pergunta muito comum dos viajantes antes de embarcarem para os Estados Unidos, é se devem preencher o formulário I-94 W em adição à solicitação ESTA.

O formulário I-94 W já foi obrigatório para portadores da autorização ESTA. No entanto, desde 2010 que isto já não se aplica. Várias questões incluídas na solicitação ESTA são semelhantes à do formulário I-94 W, o que torna a repetição da informação desnecessária. Ainda assim, tenha atenção que, caso não receba a sua autorização ESTA para a sua viagem aos E.U.A., terá de preencher o formulário. Não é como se o formulário já não seja usado, mas sim o caso de estar incorporado na solicitação ESTA. 

As mudanças climáticas já são visíveis para todos nós, aumentando o dano para o ambiente, e consequentemente, para os humanos. Já se encontra estabelecido que as atividades humanas são responsáveis pelo maior aumento do aquecimento global. Antes que seja tarde demais, e para que as gerações futuras não paguem pelos nossos erros, todos os países precisam de pisar fundo nas emissões de gás carbónico de efeito estufa, incluindo o dióxido de carbono (Co2).

Os Estados Unidos é um dos poucos países que não compactuou com o "Protocolo de Quioto" (um acordo internacional para combater o aquecimento global), e infelizmente é o país mais emissor de gases de efeito estufa. No entanto, parece que já começam a dar mais atenção ao planeta e ao problema do combate às mudanças climáticas.

Pages