Ecoturismo nos EUA

Dado que borboleta-monarca se tornará em breve uma espécie protegida nos Estados Unidos, pouco tempo resta para visitar os seus locais de observação nos EUA. 

A borboleta-monarca é uma espécie notoriamente encontrada a América do Norte. Todos os anos pelo outono, milhões de borboletas-monarcas voam desde o Canadá em direção às florestas do sul da região de Michoacán, no México. A viagem dura cerca de dois meses, um período em que podem ter viajado mais de 5000 quilómetros. Isso é quase tão longe quanto um voo de Londres a Nova Iorque! 

É a sua passagem pelos EUA que nos interessa. Na sua rota em direção ao seu destino final, as Monarcas têm de fazer uma paragem pelos Estados Unidos. Ao contrário do cidadão português, borboletas não precisam de uma autorização ESTA para passar em trânsito, no entanto nessa jornada não faltam complicações: os métodos convencionais de agricultura têm um efeito devastador em borboletas. Por esta razão, muitos grupos defensores da borboleta-monarca nos EUA criaram uma petição para que o governo americano proteja esta espécie através da Lei das Espécies Ameaçadas.

Desde a década de 1990, estima-se que o habitat perdido pela Monarca seja equivalente ao Texas, o maior estado dos EUA. Marcus Kronforst, um investigador da Universidade de Chicago, afirmou que “poderemos ser testemunhas do fim de um fenómeno biológico incrível, que estes pequenos insetos têm realizado anualmente durante os últimos dois milhões de anos”.

Mas quem é o responsável por esta eminente catástrofe ecológica? Entre os culpados, suspeita-se da bem conhecida empresa Monsanto, cujo produto principal, ‘Roundup’ e plantações geneticamente modificadas têm destruído o habitat da borboleta-monarca: para reproduzir, as borboletas têm de por os seus ovos nas ‘ervas daninhas’ encontradas nos campos plantados.

Na década de 1990, um bilhão de borboletas-monarcas migraram do Canadá para o México. Em 2014, eram menos de 35 milhões. De acordo com Tierra Curry, investigadora no Centro para a Diversidade Biológica no Arizona, a diminuição na população é tão extrema que “bastarão duas más tempestades para lançarem a população num estado irreversível de declínio.”

Seja um entomologista amador, ou simplesmente um amante da beleza e da natureza, se deseja testemunhar este maravilhoso fenómeno, apresse-se: não sabemos durante mais quanto tempo ele irá durar. A proteção legal às borboletas-monarcas pode ser implementada num breve período de dois anos.

A partida das Monarcas para o sul começa no fim do mês de agosto no Canadá, e termina por volta de dezembro. A trajetória de volta através dos EUA começa em Março, sendo desta maneira visível por todo o sudoeste dos Estados Unidos (estados dos Texas, Louisiana, etc.). Depois, elas voam um pouco pelos EUA, e retornam ao Canadá outra vez.

O Programa de Observação à Monarca da Universidade do Kansas dispõe de uma lista de sítios de observação da Monarca para os seus admiradores.

Em dias quentes e solarengos, os céus americanos pintam-se de laranja. 

 

Comece a sua solicitação ESTA agora

Formulário ESTA

Para registar o seu ESTA on-line, irá precisar do seu passaporte, um endereço de correio eletrónico e um cartão de crédito ou débito. Se todos os dados estiverem corretos, e após verificação dos mesmos, a sua autorização ESTA será enviada em poucos minutos.

Data prevista de partida deve ser após 04/10/2022.

Este site utiliza cookies para mejorar sua experiência. Para consentir su uso e seguir navegando em nosso site web de acuerdo, haga clic en "Aceptar".